Pantera negra ab4ndonada pela própria mãe no frio é criada por uma mulher e seu cachorro: são inseparáveis

Lindo mas eu não teria coragem de criar um animal desse! Eu estou com a impressão que essa pantera tá tentando degusta esse cachorro. (Eu estou brincando)

Gostaria muito de estar com um filhote de pantera ou com uma adulta! Ela tem um cachorrinho e um gatinho preto lindos! 

Você acha que seria possível domar um animal selvagem e hospedá-lo em casa como se fosse um cachorro ou um gato? 

Hoje queremos contar uma história verdadeira que mais parece um conto de fadas e que tem como protagonistas uma pantera, uma mulher e seu cachorro.

Luna é o nome da pantera negra protagonista desta história; nascida em um zoológico na Sibéria, mas rejeitada e depois abandonada pela própria mãe, essa pantera viveu os primeiros meses de vida no frio, sem comida, em condições físicas não inteiramente ideais. 

Aquele animal selvagem precisava de alguém para cuidar dele, e felizmente Victoria Rovskaya, uma especialista em animais exóticos que soube da condição de Luna, corajosamente decidiu hospedá-la em casa, onde já vivia Venza, o seu Rottweiler…

A mulher estava convencida de que, se ela tivesse cuidado e treinado Luna desde cedo, ela teria sido capaz de domesticá-la como se fosse um animal calmo, afetuoso e não perigoso para o ser humano e seu cão; uma intuição que com o tempo provou ser verdadeira, visto que Luna foi se transformando em um gato doméstico e com o tempo também estabeleceu uma amizade indestrutível com Venza, o Rottweiler de Victoria!

O cão e a pantera imediatamente “gostaram” um do outro e fizeram uma amizade tão improvável quanto comovente: juntos, saem para correr nos campos e desfrutam do ar fresco da Sibéria, se abraçam e brincam, mesmo que Luna não consiga deixar totalmente de lado alguns de seus instintos mais selvagens: ao contrário do rottweiler, a pantera negra adora perseguir e caçar pássaros ou subir em árvores, exatamente como uma pantera que se preze!

Victoria sabe muito bem que criar uma pantera negra como se fosse um animal de estimação não é nada fácil, tanto que até a dieta que ela segue não é exatamente a mesma de um cão: Luna deve consumir comidas com abundância de vitaminas e proteínas para manter a forma, mas isso não parece ser um problema para Victoria e Venza!

O cão e a pantera parecem não prestar atenção à diferença de espécies entre eles, sinal de que o afeto e a confiança entre dois animais também podem surgir da forma mais inesperada e curiosa, enquanto a aposta de Vitória foi ganha em todas as frentes: ela conseguiu domar e criar uma pantera negra como animal de estimação, que agora encontrou seus melhores amigos em um ser humano e um cachorro.

É lindo!! Mais a qualquer momento ela precisa deixar ela seguir seu caminho e seu hábitat natural. Ela vai crescer e acredito eu que em algum momento seu instinto natural pode se manifestar talvez trazendo perigo pra ela e pra seu cão.

Ficam domésticos, mas não perdem seus instintos, é muito importante ressaltar isso. Tem que continuar mantendo cuidado, principalmente quando envelhecem. Mas a história deles é linda!

SE VOCÊ GOSTOU, DEIXE O SEU LIKE, COMENTA AQUI EM BAIXO O QUE VOCÊ ACHOU! E COMPARTILHE COM OS SEUS AMIGOS! OBRIGADA! 

Comentário do usuário