Cãozinho tem as pernas deformadas por causa do corte do rabo quando filhote e tem uma nova chance

Existem cerca de 200 milhões de cães abandonados no mundo. Já no Brasil, são cerca de 30 milhões de animais abandonados, segundo a Organização Mundial da Saúde. Desses 30 milhões de animais abandonados, 20 milhões são cachorros, enquanto 10 milhões são gatos. 

Contra Exploração, M4ld4de e Abandono animal! Se experiências em animais fossem abandonadas, a humanidade teria tido um avanço fundamental.

A vida nas ruas é bem difícil para animais abandonados. E luta pela sobrevivência, com a busca constante por alimento, segurança e abrigo, quase sempre reduz a expectativa de vida.

Para este cachorro, que teve as pernas deformadas por causa do corte do rabo, a esperança era ainda menor. Felizmente, ele foi resgatado e teve uma nova chance.

O cachorro foi resgatado por socorristas quando perambulava pelas ruas, mal podendo se locomover.

Na verdade, os voluntários que atenderam ao chamado ficaram surpresos em descobrir que o peludo havia conseguido sobreviver em meio a tanta adversidade.

Levado à clínica veterinária, o cachorro passou por uma série de exames, para identificar o motivo da deformidade física. 

A cauda de diversas espécies de mamíferos é um apêndice fundamental para o equilíbrio e a coordenação motora.

Sem ela, o centro de gravidade do cachorro se deslocou e, com o desenvolvimento físico, os braços foram ficando gradualmente mais e mais tortos.

Juntamente com as orelhas, a cauda dos cachorros exerce outra função importante na localização espacial. Lucky cresceu com sérios problemas de orientação, dificuldades para se locomover e sérios comprometimentos neurológicos.

Crianças, às vezes, não sabem o que fazem. Muitas vezes, elas podem ser cruéis com animais e até mesmo com coleguinhas.

Cabe aos pais e responsáveis fiscalizar as atividades e corrigi-las, quando ultrapassam o bom senso e a alteridade. Permitir essas “brincadeiras” pode gerar, inclusive, sociopatias e psicopatias no futuro adulto.

A recuperação

Com o diagnóstico, os veterinários determinaram que Lucky precisaria ser submetido a uma série de cirurgias para corrigir a deformação nos braços. Além disso, ele teria de usar próteses para garantir os movimentos.

Lucky se mostrou bastante corajoso. Ele é um cachorro dócil e, mesmo sentindo dores e estranhando as próteses, ele atendeu aos comandos da equipe de saúde, mostrando um excelente comportamento nas sessões de fisioterapia.

Em alguns meses, ele poderá dispensar as próteses e terá novas oportunidades: já existem diversos candidatos à adoção.

Pura m4ld4de!! Deveria ser crime, muitas coisas deveria ser crime!! Não entendo porque tanta ruindade com os bichinhos, para que cort4! Triste o que fazem com os animais!

Eu adotei uma cachorrinha, agora com quatro meses, que ela e os três irmãos, nasceram sem rabinho. Nunca tinha visto isso!!! Sou totalmente contra, cortar o rabinho e as orelhas!

SE VOCÊ GOSTOU, DEIXE O SEU LIKE, COMENTA AQUI EM BAIXO O QUE VOCÊ ACHOU! E COMPARTILHE COM OS SEUS AMIGOS! OBRIGADA! 

Comentário do usuário