Adolescente de 15 anos morre em casa fazendo algo que a mãe havia proibi... Ver mais
04/05/2023

PUBLICIDADE

No último domingo, uma adolescente de 15 anos faleceu após ter colocado um piercing na sobrancelha de forma caseira, com a ajuda de uma amiga. Izabela Eduarda de Sousa implantou o acessório e, em apenas três dias, começou a sentir uma gravidez e um inchaço no olho esquerdo.

Jovem morre após colocar piercing de forma caseira: um alerta sobre os perigos da automedicação

Ela foi levada ao posto de saúde, onde foi diagnosticada com alta glicose, que até então a família não sabia que um adolescente tinha diabetes. Ela piorou rapidamente e foi levada para a UTI, onde sofreu quatro paradas cardíacas e não resistiu.

PUBLICIDADE

A automedicação pode ter sido um fator que agravou a situação de Izabela. Ela e a amiga compraram uma agulha em uma farmácia e não usaram álcool para limpar a área antes de furar. Além disso, ao sentir os sintomas, ela foi levada ao posto de saúde, mas não foi concomitante por um adulto responsável.

O perigo de fazer procedimentos invasivos sem acompanhamento profissional

PUBLICIDADE

A história de Izabela serve como alerta para o perigo de fazer procedimentos invasivos sem acompanhamento profissional. Além disso, é importante que os adolescentes e jovens estejam cientes dos riscos que a automedicação pode trazer à saúde. É essencial que os jovens procurem ajuda de adultos responsáveis ​​ao sentir qualquer desconforto ou sintoma após um procedimento invasivo, como colocar um piercing.

PUBLICIDADE

O perigo de fazer procedimentos invasivos sem acompanhamento profissional

A falta de conscientização e informação pode levar a resultados trágicos, como o que ocorreu com Izabela. É fundamental que os jovens sejam orientados sobre os riscos da automedicação, bem como a importância de procedimentos invasivos feitos por profissionais qualificados e em locais capacitados. A saúde não deve ser colocada em risco por conta de vaidades ou desobediências juvenis.

PUBLICIDADE

Por fim, é importante ressaltar que Izabela tinha um sonho de se mudar para os Estados Unidos e encontrar o pai, que mora lá há 15 anos. Infelizmente, esse sonho foi interrompido de forma trágica e precoce. Que essa história sirva de exemplo para que jovens e adolescentes estejam mais conscientes sobre os riscos que a falta de cuidado com a saúde pode trazer.

PUBLICIDADE

AD
Artigo