Cãozinho sem patas dianteiras completamente impotente chorou quando se sentiu amado pela primeira vez

Os animais teem melhor sentimentos que muitos que se apelidam de gente humana. Eu sei porque lido todos os dias com eles, eles sim são mesmo bons, temos muito que aprender com eles. Principalmente no amor.

Meu deussao mais humanos que muitas pessoas. Que Dozinha. São lágrimas de gratidão. Amo esses quatro patas. Os animais têm sentimentos e são mais sensível que os seres desumanos que somos.

Este cachorrinho fofo é um pouco diferente, não tem patas dianteiras, mas não há obstáculo intransponível para ele. 

Sua situação era bastante delicada e terrivelmente dolorosa, ele estava claramente abaixo do peso e completamente impotente.

Cãozinho sem patas dianteiras chora quando se sente amado pela primeira vez.

Infelizmente, o passado de Jack é muito avassalador e, embora os detalhes do que aconteceu sejam desconhecidos, sua condição mostra que ele sofreu muito.

É hora de mudar de vida, o processo de recuperação não será fácil pela gravidade da lesão, mas ele tem um bom grupo de pessoas dispostas a ajudá-lo a continuar.

Jack recebeu muitas expressões de amor, tudo era novo para ele, e suas emoções eram tão grandes que ele não conseguia deixar de chorar quando se sentia tão amado.

Ele foi resgatado deitado na grama perto da estrada.

No primeiro ano após ser resgatado, Jack teve que enfrentar várias cirurgias e, embora seu corpo parecesse cansado, seus olhos refletiam um desejo pela vida. Foi um ano muito forte, mas ele lutou bravamente.

Ele era tímido no começo, mas aos poucos foi saindo de sua concha.

Após um longo período de cirurgias constantes, Jack finalmente consegue usar sua cadeira de rodas, o que lhe permite se movimentar como qualquer outro filhote e definitivamente melhora sua qualidade de vida.

Cada dia é um novo desafio para o filhote, mas também para seus cuidadores, que conquistaram sua confiança com muita paciência e amor sem limites.

Ele é apoiado por equipes de resgate que sempre garantiram sua saúde.

Durante as primeiras três semanas, Jack era muito tímido e, embora não tivesse patas dianteiras, desenvolveu uma incrível capacidade de rastejar no chão e ficar em pé nas patas traseiras.

Foi apenas um mês e uma semana depois que Jack saiu da concha, confiando totalmente em seu salvador e lutando para sobreviver. Para ele, não há restrições e é sempre muito amigável e receptivo com seu tutor e outros filhotes do abrigo.

Ele adora compartilhar com outros peludos e receber muitos mimos.

Dois meses desde a última cirurgia, Jack se sente muito mais confortável e, apesar de não ter patas dianteiras, gosta de brincar com outros filhotes e escalar pequenos montes de areia onde descansa e pensa em seus amigos caninos. Jack é um cachorrinho adorável que adora ser abraçado e acariciado.

Antes de aprender a usar uma cadeira de rodas, o bravo filhote enfrentou um longo processo de recuperação que exigiu muitas cirurgias, tratamentos e massagens para melhorar sua qualidade de vida.

Meu Deus, que dó! Graças a Deus alguém o acolheu. Meu Deus que dó! Graças a Deus que agora tem uma família que o amo e que cuida dele.

Tadinho , graças ao bom deus e a esses anjos que ele foi adotado, felicidades e proteção divina a TDS. Como amo os animais, muito mais do que esses que se dizem humanos.

SE VOCÊ GOSTOU, DEIXE O SEU LIKE, COMENTA AQUI EM BAIXO O QUE VOCÊ ACHOU! E COMPARTILHE COM OS SEUS AMIGOS! OBRIGADA! 

Comentário do usuário