Gato de rua abraçando e confortando cachorro abandonado pela família

Conhece aquele mito de que cães e gatos são inimigos mortais e de que o cachorro necessariamente vai querer correr atrás do gato e fazer picadinho dele? 

Muitos desenhos animados mostram essa situação e, de fato, acabamos incorporando essa ideia. A questão é que, na realidade, as coisas não são bem assim.

Existem inúmeros casos e casas onde cães e gatos convivem em harmonia e são grandes amigos, brincando, aprontando travessuras pela casa e aprendendo juntos novas habilidades.

Um cachorro foi abandonado na periferia de Seul, na Coreia do Sul, em uma zona residencial. Os vizinhos acreditam que os tutores se mudaram e não puderam levar o peludo.

Ansioso e carente, o cãozinho acabou recebendo o apoio de um gato de rua, de quem se tornou inseparável. 

Animais de rua 

Acredita-se que o cachorro tenha vivido com um casal de idosos, até que estes tiveram de se mudar para um asilo, e a entidade não permitia a presença de animais.

Moradores do condomínio em que o animal foi avistado disseram que o casal precisou deixar o peludo para trás. Ninguém sabe ao certo, contudo, a real história do cãozinho. 

O peludo ficou perambulando pela região, sem saber o que estava acontecendo, nem para onde ir. Ele estava ansioso e carente, além de estar enregelado e faminto. Então, um gato apareceu no seu caminho, para mudar a sua trajetória. 

Durante vários meses, os moradores do condomínio foram testemunhas da amizade entre o cachorro e o gato. O felino aproximou-se sem medo desde o primeiro encontro, como se os dois fossem velhos conhecidos.

Ele abraçou o cachorro e aparentemente decidiu tomar conta dele. 

É como se um veterano das ruas tivesse sentido pena de um novato recém-chegado. Eles estão sempre juntos, aconchegados. O gato faz questão de demonstrar carinho e parece querer defendê-lo dos perigos que espreitam. 

A reação dos animais, em relação aos humanos, era sempre muito diferente. Enquanto o cachorro tentava estabelecer contato visual, querendo encontrar respostas para a situação, o gato rapidamente se esquivava, escondendo-se. 

É mais do que o provável que o gato já tivesse vivência suficiente nas ruas para saber que humanos, em geral, não são confiáveis. Quando eles decidem trazer comida, é até possível aceitar, mas mantendo uma distância segura. 

O cachorrinho, ao contrário, demonstrava segurança na presença das pessoas. Ele deve ter passado a vida toda ao lado de humanos e nunca encontrou motivos para temê-los ou desconfiar deles.

De qualquer forma, as duas reações são igualmente tristes: o gato aprendeu a desconfiar e o cachorro ainda não descobriu os perigos que os desconhecidos podem esconder. 

O resgate foi finalmente acionado. Cão e gato foram recolhidos e levados ao veterinário. Felizmente, os exames revelaram que os dois animais estavam com a saúde perfeita.

Agora, esta dupla de amigos está em um lar temporário, à espera de uma família que queira acolhê-los definitivamente. A equipe do abrigo quer que eles sejam adotados juntos, para não desfazer a bela amizade. 

SE VOCÊ GOSTOU, DEIXE O SEU LIKE, COMENTA AQUI EM BAIXO O QUE VOCÊ ACHOU! E COMPARTILHE COM OS SEUS AMIGOS! OBRIGADA! 

Comentário do usuário