Uma vaca se tornou ama de leite de sete cãezinhos órfãos que perderam a mãe

Os animais sim tem o coração enorme enquanto o ser humano colocam no lixo seus bebês ..no lugar do coração tem uma pedra. A humanidade tem que aprender a ter carinho amor com os animais.....

Pois é.... Entre os animais não existe isso: Egoísmo! Enquanto o ser humano respira egoísmo preconceito etc etc etc...! "Eu queria ser civilizado como os animais..."

No sul da Índia, uma vaca se tornou ama de leite de sete cãezinhos órfãos. O caso aconteceu em Lingsugur, uma vila do Distrito de Raichur (Estado de Karnataka, famoso pelas manifestações culturais e artísticas).

Hanumantha Saali é um agricultor que se viu com problemas depois que a sua cachorra morreu, momentos depois de dar à luz uma ninhada.

Foi difícil alimentar os filhotes: o camponês improvisou mamadeiras, mas temia que os cãezinhos morressem por falta de alimentação adequada.

A mãe vaca

Assim como mais de um milhão de indianos, Saali considera as vacas sagradas. 

Com todas essas prerrogativas, é natural que a vaca de Saali gozasse de alguns privilégios no sítio. Ela era mantida em uma estrebaria, protegida do calor e do vento, livre de eventuais predadores que pudessem trazer perigo.

Até que, certa vez, um dos cãezinhos órgãos decidiu explorar a estrebaria. Com poucos dias de vida, os filhotes estavam magros e subnutridos, mas não deixavam de ser curiosos, prontos para descobrir o mundo ao seu redor.

Não é possível saber o que fez o cãozinho se aproximar da vaca, um animal muito maior do que ele e, portanto, um ser assustador. O bovino, no entanto, não apenas permitiu que o filhote se achegasse, mas deitou-se com ele no gramado.

O pequeno rapidamente encontrou o úbere da vaca. E, apesar de as tetas serem grandes demais, o cãozinho encontrou uma maneira de sugar o leite. A reação da vaca foi literalmente “bovina”: ela apenas observou as ações do peludinho.

Quase imediatamente, os irmãos do cachorrinho mais atrevido se aproximaram da vaca e começaram a disputar o leite oferecido pela mãe improvisada.

Saali percebeu o movimento no curral e respirou aliviado quando descobriu o motivo: os cãezinhos estavam salvos.

Ao se levantar, a vaca aprendeu a se movimentar lentamente, como se estivessem avisando aos filhos postiços que a refeição tinha chegado ao fim e era melhor que eles se afastassem, para evitar ferimentos.

Os cachorrinhos cresceram graças ao leite da vaca, fornecido diretamente das tetas, “do produtor ao consumidor”. Todos os sete filhotes se desenvolveram fortes e saudáveis. Além disso, eles criaram elos especiais com a mãe adotiva.

Os filhotes já não necessitam mais do aleitamento materno. Mesmo assim, eles passam boa parte do dia ao lado da mãe, acompanhando os movimentos – ou a falta deles.

Os sete cãezinhos passaram a receber ração assim que a vaca começou a incentivá-los a comer o capim do pasto. Milhares de internautas se enterneceram com a história da família improvisada pelo acaso. 

Como Deus é bom, é usa os animais pra um ajudar outras. Até a vaca e tem mais coração do que o ser humano. É inigualável o amor e a compaixão dos animais!

O homem deveria aprender com os animais. Os animais sempre se comportando melhor que o ser humano. Devia o ser humano aprender com os animais.

SE VOCÊ GOSTOU, DEIXE O SEU LIKE, COMENTA AQUI EM BAIXO O QUE VOCÊ ACHOU! E COMPARTILHE COM OS SEUS AMIGOS! OBRIGADA! 

Comentário do usuário